Archive for junho, 2013

check-list-trabalho-pesquisa

Sempre que saio com alguém, e minha ‘velhinha’ é a maior vítima dessa lengalenga, costumo submeter meus acompanhantes a um folclórico e interminável check-in, para verificar se nada foi esquecido: Carteira, bolsa, celular, chaves, insulina… e por aí vai! Cacoete residual de trinta e um anos de caserna em que as verificações eram rotina…

* * *

Mas agora, e falando sério, um Check-in das ‘interferências’ deveria fazer parte do dia-a-dia das pessoas. Sempre propenso a naturais imposturas de encarnados e desencarnados, o homem deveria se verificar e policiar mais, no sentido de promover sua auto-desobsessão. Julgo, portanto, procedentes algumas perguntinhas nesse sentido:2711808093_18f13b1d43

  • No tratamento diário ao meu semelhante, sou mais do tipo ‘venha a nós o vosso reino’ ou ‘seja feita a vossa vontade’?
  • Vivendo num Planeta de Provas e Expiações onde não há um só dos sete bilhões de indivíduos que seja perfeito: Já consegui me convencer que nessa passarela do Planeta Terra não me será lícito ver meus semelhantes desfilarem sem escorregões?
  • Nos quesitos compromissos assumidos e pontualidade, tenho acumulado mais bônus ou mais os débitos responsáveis pelas atrações obsessivas inconvenientes?
  • Em meu devotamento ao estudo, leitura, escrita, diálogos… desenvolvo-os de forma séria, alegre e fraterna ou prolixa, desnecessária e pífia, ‘abrindo a guarda’ à obsessão?
  • Quanto à qualidade e quantidade, minha fala é: Via de mão única onde só eu falo? Fere ela mais do que socorre? Está mais para feras do que para flores?
  • Ainda considerando minha fragilidade e a de meus ‘conterrâneos’, tenho passado diariamente uma borracha nos ressentimentos de meu caderno para que sobrem espaços para novas e lúcidas escritas? Quem sabe traçados tratando de bons eflúvios e emanações salutares para eles?
  • A minha contagem dos bons amigos, não só nas páginas virtuais, mas entre os de ‘carne e osso’ e os ‘sem carne nem osso’, tem aumentado ou diminuído? Não andará um tanto escassa?

* * *

Realizar diariamente um check-in da qualidade das interferências em mim e de mim, poderá se tornar uma forma salutar de zelar pela saúde de minha evolução.

(Sintonia: Cap. Teste do processo desobsessivo, pg. 21 de Meditações Diárias, de André Luiz/Chico Xavier, editora IDE) – (Outono de 2013).