Quando não tenho condições de adquirir um ‘carrão’, completo, perfeito…  Lanço-me num básico – sabe o ‘rapado’? -, porém “perfectível”, ou seja, um carro com pré-disposição a ser equipado, um dia, e de acordo com minhas possibilidades, daqueles acessórios necessários a se tornar num ‘carrão’.

Ou seja, “todas as capacidades criativas estão potencialmente presentes [no meu carro básico, e ele precisa] apenas de tempo para integrá-las em definitivo”.

Quando Deus me criou – e a nós todos – “Espíritos simples e ignorantes, em sua origem, [seríamos] como as crianças, ignorantes e inexperientes, só adquirindo, pouco a pouco os conhecimentos de que carecem com o percorrerem as diferentes fases da vida”. (Q. 115-a).

Isto significa que, tal qual meu carro básico, sou “perfectível” – possuo “o germe da perfeição” – e minha destinação será, inevitavelmente, me transformar num Espírito Perfeito após as várias travessias de minhas vivências.

Se meu carro básico, que é produto de inteligências limitadas, poderá evoluir para um ‘carrão’, por que não eu, que sou centelha da Inteligência Suprema?

Sou – metaforicamente – um carro básico, porém, “perfectível”!

(Subsídios, sintonia e expressões em itálico do livro As dores da alma, de Francisco do Espírito Santo Neto/Hammed, Ed. Boa Nova) – (Friozinho do outono de 2012).

4 Comentários para “Carro básico, porém “perfectível”…”

  • Maria Carolina says:

    ai, ai… um reparo aqui, outro ali e assim vamos. cada vez aprimorando nossos motores!

    • Velhinho says:

      Obrigado minhas queridas Carolzinha, filhinha amada, e Euridice, amigona virtual do meu coração. Vocês são generosas, mesmo! Um beijo do papai e do amigo Cláudio.

  • Euridice says:

    gostei da semelhança básica do carro com a máquina humana!Como sou uma pessoa que ando de SP2 (sao 2 pernas,rsrsrsrs)tenho que buscar minha evoluçao mesmo nas minhas açoes e atitudes diarias…e olha que,qdo penso estar subindo para o 2º degrau da longa escada para chegar ao pai,rebolo,e volto para o terréo…inicio da escadaria…nao é facil amigo,nao é mesmo!Nossa inteligencia é movida por nós mesmos,trazendo nossa carga genetica,mas,espiritual em grande estilo…e,é essa que devemos tomar cuidado para nao nos deixarmos dominar por ela!parabens,amei!abço fraterno

  • fatima says:

    Carro… não manjo, fujo!!! Mas de mim não posso, tenho que encarar e tentar, muito orar para não desanimar. Que Jesus continue me iluminando!!!

Deixe um comentário