pecados_virtudes_soberbaO perdão sincero é filho do amor e como tal não exige reconhecimento de qualquer natureza.

* * *

Num Planeta de tantas inferioridades, onde o mal ainda estabelece predominância, quem é superior?

Até que sejamos ‘promovidos’ a regenerados – ou que o Planeta o seja – ainda gravitaremos mais em torno do ódio; menos em torno do amor.

Nos Planetas das diversas categorias, desde o Primitivo até os Celestes ou Divinos, o grande diferencial entre um Espírito e os outros, será a quantidade de amor real que já conseguiu incorporar ao seu curriculum.

É, portanto, o amor o fiel da balança ou o termômetro através do qual se mede a superioridade dos Espíritos.

Para respondermos quem é superior, precisaremos verificar a já capacidade de amar de determinado indivíduo. E as questões do perdão estarão sempre inclusas em tal capacidade: Aquele que mais ama, o mais nobre, o de Espírito mais inteligente e elegante, sempre será aquele que possuir menor dificuldade de solicitar ou oferecer o perdão.

* * *

A superioridade de um Espírito é diretamente proporcional à sua capacidade de amar praticamente.

Desejaríamos prática mais efetiva do amor que perdoarmos ou pedirmos perdão?

(Sintonia com a questão 335 de O Consolador, ditado por Emmanuel a Chico Xavier, 29ª edição da FEB) – (Primavera de 2015).

One comentário para “Quem é superior?”

  • Sérgio Bernardi says:

    Com certeza somos superiores na prática do mal… Somos superiores na soma de nossas iniquidades… Somos superiores na inocência de nos julgarmos superiores… Pobre ser humano!…

Deixe um comentário