Ódio e amor: Antônimos?

“Tudo é amor. Até o ódio, o qual  julgas ser a antítese do amor nada mais é senão o próprio amor que adoeceu gravemente”. (Chico Xavier). * * * Pode ser até paradoxal, mas é possível que entre o ódio e o amor esteja circunscrito todo um percurso evolucional. Um dia o generoso já foi egoísta […]

Sobre lamparinas e holofotes

O amor desenvolve características pessoais, distinguindo e particularizando a criatura. A história da humanidade está cheia de vultos que se notabilizaram por seus bons feitos ou que se vulgarizaram pelos maus feitos. Em ambos os casos, e sem medo de errar, os primeiros amaram demais e os segundos odiaram demais. Diria ainda, que em ambos […]