Posts Tagged ‘Fraternidade universal’

sementePoderá uma semente germinar, tornar-se uma árvore adulta e produzir frutos somente três milênios depois?

No caso que desejamos abordar, é possível que sim: Jesus, em sua evangelização itinerante, costumava algumas vezes escolher a casa de amigos para realizar suas oratórias. Numa dessas ocasiões um dos apóstolos interrompeu-o e lhe disse que estavam aí fora sua mãe e seus irmãos. O Mestre interroga-o: “Quem é minha mãe e quem são os meus irmãos?…” (Mateus XII, 48).

* * *

Nem o mais incauto, ou o mais desinformado sobre o caráter ilibado de Jesus consegue interpretar esta sua expressão como desamorosa ou anti fraternal; tais aberrações nunca fizeram parte do perfil do Mestre.

No momento em que começamos a abordar o tema fraternidade, continuamos nos socorrendo de O Consolador e em seu item 3.3.3 vemos com satisfação o Benfeitor Emmanuel nos confirmando que a expressão acima é um incitamento à edificação da fraternidade universal, pois que o Senhor se referia à precariedade dos laços de sangue e que a Lei de Justiça, amor e caridade não deve estar circunscrita ao ambiente particular, mas ligada ao ambiente universal onde abundam desde os aparentemente mais felizes, aos mais desvalidos da sorte.

Um dos mais belos conceitos que já lemos até hoje sobre fraternidade é aquele em que Hammed (Espírito) nos diz que no futuro, a religião superior ou natural só será fundamentada na mais afetuosa fraternidade e professada individualmente pela criatura que superou o ‘ser religioso’ e desenvolveu em si o ‘ser religiosidade.’ Entendamos ‘ser religioso’ como os diversos credos e o ‘ser religiosidade’ como a crença nas verdades do Senhor.

E por que aventamos aqui que a semente poderá germinar, crescer e frutificar tanto tempo depois? Porque passados dois mil anos, duas revelações (Jesus/Kardec) e ingressos já no terceiro milênio, ainda engatinhamos nas questões fraternais. Mas a semente realiza pacientemente o seu processo e ainda neste milênio, quando entendermos o que Jesus desejou dizer com expressão tão impactante, nos voltaremos para o ‘ser religiosidade’ e então a fraternidade estará instalada; e com ela a Regeneração…

… ou a semente já germinada, a árvore já adulta e os frutos da fraternidade universal abundantes!

(Sintonia: 1. Questão 342 de O Consolador, ditado por Emmanuel a Chico Xavier, 29ª edição da FEB e 2. Cap. Afetividade de Os prazeres da alma, ditado por Hammed a Francisco do Espírito Santo Neto, 4ª edição da Boa Nova Editora) – (Primavera de 2015).