Posts Tagged ‘Gratuidade’

“As bênçãos da Providência divina [são mais enriquecedoras que] os lances espetaculares da boa sorte mundana.” (Emmanuel).

* * *

Diuturnamente somos contemplados pelo Criador com uma série de bênçãos que nos passam despercebidas:

“Forças, amizades, família, lar, aprendizados, palavra, audição, visão, raciocínio, locomoção, o ar… enfim, a vida…”

… Tudo isso nos “passa batido”, dado o automatismo de nossas vidas:

É o automatismo ingrato!

Parece-nos conveniente só mostrarmos gratidão perante os “lances espetaculares da boa sorte mundana.”

Enquanto não possuímos todos os “ídolos” do momento, nos mostramos infelizes.

E assim vamos idolatrando mídias; celulares; o fausto de comidas, bebidas e camas; calçados; roupas…

… E quando não os possuímos, infelizes, culpamos a deus e todo o mundo!

Esse automatismo ingrato fica escancarado quando não nos apercebemos das gratuitas e simples grandes coisas do cotidiano e já enumeradas. Somente nos damos conta quando as perdemos:

Falta-nos, já, forças; as amizades somem; família e lar se destroem; aprendizado e palavra ficam inibidos; visão, audição e raciocínio enfraquecem; falta-nos o ar e as pernas; e, finalmente, a vida carnal encurta!

Damo-nos conta, então, de como todas aquelas coisas simples, graciosas, eram grandes e importantes.

Quando percebemos essas perdas, e já tarde, lembramos da exortação de Paulo: “Em tudo daí graças!” (I Tessalonicenses, 5:18).

Então o tempo se escoa e perdemos a sagrada oportunidade da gratidão.

Recentemente nas parapan-olimpíadas, tomamos excelente aula de homens e mulheres dando demonstração continental de superação máxima.

Não esperemos ser engolidos pelas armadilhas de uma mídia que aí está a nos distrair:

Pois, com o iPod já não mais interagimos pessoalmente; com o Podcast já não mais ouviremos; e logo ali desejarão vendar nossos olhos!…

(Sintonia: Xavier, Francisco Cândido, Fonte Viva, ditado por Emmanuel, Cap. 155, Aprendamos a agradecer; 1ª edição da FEB) – (Inverno de 2019).