Posts Tagged ‘Redenção’

Jesus_e_o_natal_117No ano zero da Era Cristã, o Verbo se fez carne e habitou entre nós; já a partir de 1857, cheio de graça e verdade, não mais carne, então Verbo, visitou Paris e o mundo e promoveu claridades aos que o compreenderam…

* * *

No trocadilho acima, baseado em João 1:14, diremos que Jesus, longe do filósofo que não foi, em todos os tempos, desde o princípio do Orbe, depois encarnado, desencarnado e para todo o sempre, foi a palavra – Verbum – do Pai aos transviados filhos de Israel e suas descendências representando a todos nós.

Se em todos os tempos foi fiel depositário dos anseios do Pai a nosso respeito, desejou, em determinada época, doce como favo de mel, encarnar junto aos seus em demonstração inequívoca de que sua lição devia ser procurada não mais para qualquer exposição teórica, mas [convocando] cada discípulo ao aperfeiçoamento de si mesmo.

Não podemos imaginar nossas idas e vindas pelo Orbe, sem aquele que organizou o Planeta; aqui permaneceu diretamente entre os tutelados míseros e ignorantes; e a partir de meados do século XIX, em Espírito de Verdade, efetivou sentenças outrora mal compreendidas.

* * *

Jesus, a prática da própria teoria! Em todos os tempos, organizando, redimindo, explicitando!

(Sintonia: Questões 282 e 283 de O Consolador, pg. 193/94, de Emmanuel e Francisco Cândido Xavier, editora FEB, 29ª edição) – (Verão de 2014).