Posts Tagged ‘Se…’

tempst

Quem é maior, meu problema ou o meu Deus? Alguém inteligente, que por ora não lembro o nome, recomendou-me “não questionar o tamanho de meu problema, mas considerar a grandeza de meu Deus”. Sendo filho de Deus, qualquer problema também não poderá ser maior que a força plantada por Ele dentro de mim: Basta-me, tão somente, fazer crescer essa força, para que me proteja e que me leve a considerar que neste Planeta não há vitória sem luta…

Ao apenado poderá ser concedida uma condicional, pena condicional ou livramento, ‘desde que’ preencha determinadas condições impostas legalmente…

* * *

Cada ‘jornada terrena’ de todos os indivíduos, sempre estará condicionada a também lutas diárias. É próprio do Planeta que a vida nele estabeleça condicionantes. Que, por exemplo:revoadablog

  • A cada vitória preceda uma luta;
  • A cada encargo no bem perseverado, se acumulem ‘bônus’ para a construção do Céu interior íntimo;
  • A cada lembrança triste, a cada mágoa, a cada melindre, a cada sentimento de inutilidade, colocados de lado, nos seus vácuos adentrem alegrias, potencialidades, prazeres…
  • A cada doença tratada, novas possibilidades surjam, visto a doença de qualquer espécie limitar o corpo e a mente;
  • A cada desculpa, indulto, perdão, se refaça e se fortifiquem as amizades verdadeiras;
  • A um só ‘milímetro’ de minha boa vontade na direção do perdão o Universo me proporcione ‘quilômetros’ de possibilidades;
  • A cada espaço tomado à tragédia, ao apocalipse, a mídia de todos os escalões anuncie notícias benfazejas. Menos desgraças anunciadas, – e ‘requentadas’ – mais coisas edificantes, prazerosas, mais emoção nos rostos, mais inspiração às mentes, mãos, corações. Menos apologia ao mal, mais espaço ao bem;
  • Cada comercial apelativo seja substituído por ‘merchandising’ inteligente, divertida, producente e não agressiva, onde todos fiquem bem servidos e que influa na decisão da ‘compra do bem’;
  • Cada indivíduo ao ocupar seu espaço, desenvolva o bem para que o mal fique limitado;
  • Cada orador, locutor, prosador, escritor… ao se tornar comedido, encurte os espaços cedidos à discórdia;
  • A mente não seja cegada a novas conquistas, ao se evitar rebuscar, alimentar e ‘engordar’ ressentimentos;
  • A cada auxílio, por ínfimo que seja, o infortúnio seja menor; e que
  • A cada defeito a menos que eu encontrar em meu semelhante, uma luz a mais se acenda em meu coração e na minha vontade.

* * *

Se hoje o céu aparece toldado de nuvens, é possível, sim, que chova, e muito; mas amanhã com o céu límpido e a atmosfera renovada, o sol se mostrará brilhando novamente, porque a vida é feita de…

… Condicionantes!

(Sintonia: Cap. Seguindo em frente, pg. 13 de Meditações Diárias, de André Luiz/Chico Xavier, editora IDE) – (Outono de 2013).