Todo verbo indica ação e assim aprendi no Liceu. Talvez o único que me lembre inércia seja o verbo “ia”, pois este aborta os meus mais nobres propósitos e as minhas mais belas intenções. Ao conjugar o verbo “ia”, não só me torno uma vítima de mim mesmo como vitimo todos aqueles que nutrem expectativas a meu respeito: Eu ia visitar meu amigo que não vejo de longa data… Ventou, nublou, choveu ou fez calor, o sol escaldou e eu não fui; eu ia me reconciliar com o fulano, mas negligenciei todas as chances e o fulano se foi… Ou eu me fui; eu ia visitar o meu irmão doente, mas – e aqui adentro em máximas Cristãs – tive que socorrer minha ovelha que caiu na cova, ou meu filho casou ou tive que desatolar meu burro… E assim, vou conjugando o verbo “ia” igualzinho, igualzinho a inércia. Um até breve, meus amigos e, para começar a me recompor, “vou” lhes mandar um beijo! (Primavera de 2011).

4 Comentários para “Verbo “ia” = inércia”

  • Clarinha says:

    É verdade verdadeira… 🙁
    Então eu VOU estudar 😉

  • Maria Carolina says:

    vou arrumar as malas
    vou trabalhar e amanhã vou viajar!

  • admin says:

    Fifty-fifty é uma bebida para sexagenários… ‘Vou’ te agradecendo todos os comentários amorosos; ‘vou’ te desejando um bom dia; ‘vou’ desejando a vocês sucesso na ‘empreitada’… ‘VOU’ TE MANDANDO UM GRANDE BEIJO. Papai.

  • fatima says:

    Um pouco atrasada,mas não dá para deixar passar em branco,esss foi nos dedos!
    Meu velhinho me surpreende cada dia(para melhor),desde 13/11 tenho procurado não usar mais o verbo”ia”, espero ter força e mta sabedoria para assim continuar.Que nosso PAI Maior continue a te iluminar, para que
    possamos sempre uma aba ganhar.
    Bjo grande no teu coração, amor meu!!!

Deixe um comentário