Bode expiatório

Conta-me o livro do Levítico que o bode expiatório era um animal apartado do rebanho e deixado sozinho na natureza selvagem como parte das cerimônias hebraicas do Yom Kippur, o dia da expiação. Exemplo clássico de instrumento de propaganda é os judeus no período nazista, apontados culpados pelo colapso político e problemas econômicos da Alemanha… […]

O caniço e o junco

Caniço e junco, plantas resistentes e que se criam normalmente em áreas alagadiças, são diferentes de outras plantas que requerem mais cuidados, pois ambos se adaptam a situações adversas e desafiam intempéries e provas de toda a sorte. Caniços e juncos são vergados constantemente sob a própria estrutura e não se quebram… O aluno que […]

Como os cítricos…

“Há muitas moradas na casa de meu Pai…” (João, XIV, vv. 2). Quando abordo – ou preciso abordar – um assunto sobre o qual não tenho muita noção, é claro que me valho de consultas, feitas às fontes mais seguras possíveis. Gosto ainda de me utilizar de alegorias ou exemplos mais palpáveis que venham tornar […]

Inflamação…

Quando firo minha mão com uma farpa – também felpa – ou com um espinho, logo a região ficará inflamada… Inflamada, de chama, com vermelhidão; logo a seguir o ferimento ficará dolorido e purulento. A pessoa pouco ética poderá se deixar também inflamar por opiniões alheias e deixar-se conduzir a todo o tipo de preconceitos. […]

Comandante do vestiário

Muito comum no meio futebolístico, o termo ‘comandante do vestiário’ deseja significar aquele camarada – técnico, capitão, outro jogador… – que no vestiário injeta no time o algo a mais e com sua capacidade de liderança inflama os demais companheiros à competitividade… O sexto sentido das pessoas, sua mediunidade, também assim age particularmente em cada […]

Nem vilão, nem mocinho…

Antigos folguedos de criança, – quando ainda não existiam os eletrônicos – remetem minha lembrança às brincadeiras de ‘polícia e ladrão’, ‘mocinho e bandido’, ‘bang-bang’. Assistia-se aos inocentes filmes de faroeste e logo após ‘exibia-se’ em palcos improvisados, as cenas testemunhadas no telão. Alguns, conforme as índoles, desejariam ser o ladrão, bandido ou o vilão, […]

Candidatos…

Ainda sob o jugo da matéria, vive o homem num planeta de provas e expiações… A partir do momento que se conscientiza que seu Espírito não retrograda, – não recua – ele se torna um aspirante. Ao acumular uma série de virtudes, preconizadas pelo Mestre no sermão da montanha, necessárias ao perfil do ‘homem de […]

Revelações, descortinos, desnudamentos, desvendamentos…

Diria William Shakespeare, que “há mais mistérios entre o céu e a terra do que possa supor a vã filosofia dos homens”… Mas quem, na face da Terra, estaria incumbido do desbravamento desses mistérios inter mundos? Sim, porque a Espiritualidade conhece as rotinas – ou os mistérios – dos orbes dos encarnados, pois em algum já esteve; já os […]

Menos culpa; mais reparação…

A culpa é o reconhecimento de uma má escolha patrocinada pelo meu livre arbítrio… Culpa e arrependimento, de mãos dadas, poderão – ou deveriam – conduzir-me a uma conseqüente reparação. O melhor do meu agora, não deveria ser gasto me martirizando com sentimentos de culpa. Ou culpa e arrependimento deveria ser um processo rápido e […]