Cooperações “post mortem”

É muito antiga a tradição de se encomendarem ‘ofícios’ pelos mortos: Ainda hoje missas (de réquiem) de corpo presente, de sétimo dia, mês e ano de falecimento são celebradas a pedido de familiares. Autoridades paroquiais às vezes cobram por isso… * * * A tal respeito, entretanto, Emmanuel nos informa que as cooperações post mortem a um Espírito bem amado […]

Arrepender-se, perdoar e reparar é sarar!

Na Lei Divina, há perdão sem arrependimento? Nas considerações feitas sobre a Magnanimidade da Lei, ou a forma justa e bondosa como Deus rege os seres e as coisas da sua criação, desfeitear as questões sobre o perdão, seria uma ininteligência. Para desenvolvermos nosso raciocínio, imaginemos que um dia, por infeliz infortúnio tenhamos subtraído a vida física […]

Restos a pagar

Despesas empenhadas (dadas em garantia), mas não pagas em um exercício financeiro, são chamadas de restos a pagar. Deverão ser distinguidas as despesas processadas (liquidadas), das não processadas (não liquidadas) – (Wikipédia). Se perdoarmos nosso irmão, (aquele de sangue, mesmo) o estaremos absolvendo? E se não o perdoarmos o estaremos condenando? (Desenvolvimento da questão 332, de O […]

“Laços sublimes”, laços temporários…

É corrente a linguagem de homens e mulheres de nosso Planeta: ‘Se meu casamento nesta vida foi muito satisfatório, quando ficar viúvo/a não casarei novamente com receio de errar.’ Já ‘se minha união foi muito infeliz, não desejarei repeti-la…’ * * * Como já lhes dissemos, conviver e reviver com nossa alma gêmea, sempre será sagradas experiências […]

Exaustivos ensaios

Todas as fontes (nascentes) darão origem a regatos, arroios, riachos, rios que um dia se lançarão no grande mar. Fontes, regatos, arroios, riachos, rios, são todos os ensaios que as grandes águas que habitam os oceanos fizeram um dia… * * * O amor das almas gêmeas não pode efetuar restrição ao amor universal (…) […]

“Síntese do amor divino”

Teve Jesus uma esposa? E filhos? Outros irmãos? Possuía Jesus olhos escuros ou claros? Seus cabelo e barba, como eram? Tinha posses materiais? Quem era a alma gêmea de Jesus Cristo? * * * Emmanuel nos dirá hoje, com superior assertividade, que não julgamos acertado trazer a figura do Cristo para condicioná-la aos meios humanos, num paralelismo […]

Temporal, atemporal…

“É preciso olhar o mundo com olhar de vaqueano: Ser gaúcho é mais profundo que ser campeiro ou urbano. (…). O pago não se divide entre o campo e o concreto; na querência onde se vive o mesmo céu cobre o teto. A querência nos habita; viaja junto com a gente…” (Cancioneiro gaúcho. Desconheço autor e […]

Cruzes sem alças…

Saco de cimento de 50 kg não possui alças. Entretanto profissionais da construção civil possuem uma técnica toda especial em carregá-los: Os mais ousados carregam-nos na cabeça; os mais experientes e sensatos, até para evitarem lesões graves, o fazem juntando-os ao tórax, abraçando-o… * * * Carregamos, ao longo de nossas encarnações, cruzes muito mais […]

Comer juntos

Comer juntos é – ou deveria ser – uma celebração. Alimentar nossos corpos, pois ainda são nossos instrumentos densos, deveria ser sempre o momento propício à alimentação de nossos Espíritos. Se comer é um ato extremamente delicioso, por que não fazermos desse momento o grande motivo de confraria, aliança, convívio, congregação… junto àqueles que amamos? […]