“Conectodo” (2)

Informa-nos a Benfeitora Lourdes Catherine em ‘Amar também se aprende’, que amor é a “essência Divina; onipresença Celeste que vige em todos e em tudo; o sopro d’Ele.” Convenhamos que os indivíduos, por serem de evoluções díspares, usufruirão mais ou menos dessa “onipresença, essência, sopro” e dessa forma utilizarão o livre arbítrio de desejarem se conectar mais ou menos. Nossa […]

“Conectodo”

Afastados do panteísmo (onde o todo “constitui a própria Divindade”), conectar-nos com o todo supõe nosso eu vinculado a todos os seres e coisas, criações do Pai. As criações do Pai são somente as que ‘enxergamos?’ Muito pelo contrário, a maioria nossa visão humana não alcança: Paradoxalmente, pessoas com determinadas características mediúnicas possuem a capacidade […]

Missionários ou espantalhos?

“Em todos os tempos vemos o trabalho dos legítimos missionários prejudicado pela ignorância que estabelece espantalhos para a massa popular.” (Emmanuel). * * * O Mestre, “subido ao monte”, sobre a barca ou à margem do lago, era o Missionário. Os que o conspurcavam e experimentavam, espantalhos. Sábias inteligências, políticos, condutores (tiranizados), juízes, administradores, os ‘missionários do […]

Imperativos do êxito

“… O êxito seguro não é de quem o assalta, mas daquele que sabe agir, perseverar e esperar. Esperar significa persistir sem cansaço e alcançar expressa triunfar definitivamente.” (Emmanuel). * * * Entre objetivo e meta, há o ritual da ação, perseverança e espera. Espera supõe paciência. Objetivo e êxito – princípio e fim – possuem, pois, imperativos. Nada é tomado de assalto; a ‘ferro e fogo.’ Traçado […]

Tormentas e contentamentos

“Depois da tempestade que arranca raízes, mutila árvores, destrói ninhos e enlameia estradas, a sementeira reaparece, o tronco deita [brotos] novos, as aves refazem os lares suspensos e o caminho se coroa de sol.” (Emmanuel). * * * Por mais desanimados que estejamos, impossível não nos contentarmos com a assertiva do Benfeitor acima enunciada. Após a tormenta, – […]

Cristo e nós

“Todos buscam o que é seu e não o que é do Cristo Jesus.” (Filipenses, 2:21). “… Estudamos com o Cristo a ciência de ligação com o Pai, mas ainda nos achamos muito distantes da comunhão com os interesses divinos.” (Emmanuel). * * * Cristo, Senhor da visão; Curador! Nós continuamos com cegueira crônica. Cristo, habitualmente despojado. […]

Reprovação

“Tomé não estava com os amigos quando o Mestre veio. (…) Ocorreu ao discípulo ausente o que acontece a qualquer trabalhador distante do dever que lhe cabe.” (Emmanuel). * * * O bom aprendiz chega antes do Mestre. Aprendiz sob suspeita chega atrasado, ou… nem chega. O bom aprendiz regozija-se estando junto aos amigos. O sob […]

Individualidade das almas

É possível que três irmãos, nascidos de um ‘mesmo ninho’ apresentem comportamentos diferentes na questão razão/sentimento: o primeiro será só razão; o segundo só sentimento; e o terceiro equilibrará esta sagrada parceria. Impossível, também, raciocinarmos com “metades eternas”, já que somos Espíritos não fracionados: quando nos referimos à nossa alma gêmea (admissível, segundo Emmanuel), reportamo-nos […]

Razões do coração

“O coração tem razões que a própria razão desconhece”, diria Blaise Pascal (França, 1623–1662), matemático, físico, filósofo, teólogo, pré-iluminista. “Em favor do êxito desejável na missão de amor a que nos propomos, em companhia do Cristo, antes de tudo é indispensável preservar o coração.” (Emmanuel). * * * Embora razão e sentimento sejam parceiros, a experiência nos […]