Crônicas doutrinárias

Cirurgião experiente

O tempo que dispomos em nossas revivências, retornos, idas e vindas… são iguais ao professor devotado ou cirurgião experiente que realizará plásticas em nossas cicatrizes; punçará quistos; soldará fraturas; extrairá miomas…

Poderemos até abortar compromissos firmados segundo a lei mutável dos homens, mas aqueles chancelados pela lei imutável de Deus, que representam nossas expiações ou provas, irão à cobrança; e os juros reclamados pela Lei, através do tempo e das revivências, serão altos!

Por que adiarmos o refazimento que a lógica está a nos ditar como necessário?

  • O companheiro ou companheira arbitrária de hoje é aquele ou aquela da qual escarnecemos ontem!
  • Insanos aos nossos cuidados hoje são os mesmos que negligenciamos no passado!
  • Os intransigentes que por ora nos cobram contas não serão os que ludibriamos outrora com falsos juramentos?
  • Os que nos tiranizam hoje não são os mesmos que em outras épocas incentivamos com despotismo e orgulho?

* * *

Desertarmos por desertar de relações matrimoniais, paternais, filiais, afetivas… poderá até ser a alternativa mais fácil; mas não será a melhor!

(Sintonia: Cap. Uniões de prova, pg. 201, Livro da Esperança, Emmanuel e Francisco Cândido Xavier, Ed. CEC) – (Verão de 2015).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.