Crônicas doutrinárias

Inflamação…

Quando firo minha mão com uma farpa – também felpa – ou com um espinho, logo a região ficará inflamada… Inflamada, de chama, com vermelhidão; logo a seguir o ferimento ficará dolorido e purulento.

A pessoa pouco ética poderá se deixar também inflamar por opiniões alheias e deixar-se conduzir a todo o tipo de preconceitos.

Tal qual o organismo atingido pela farpa, o preconceito ou julgamento pré-concebido, é aquela felpa que invade um determinado grupo, o inflama e o leva ao pus da intolerância.

O contrário de preconceito chamaria de tolerância. O Mestre das Tolerâncias, por pensar por si mesmo, ser autônomo e não ater-se a fórmulas sociais, conseguia viver serenamente junto a pessoas ditas de má vida; já houvera ensinado a seus discípulos e sempre punha em prática que não viera para se ocupar dos sadios, mas dos doentes – diferentes, caídos, malquistos – que Dele precisariam. Passaria o Mestre dos Socorros e das Isenções a demonstrar publicamente como se deveria proceder ante as desigualdades:

  • Jantaria e alojar-se-ia na casa de Zaqueu, o chefe dos publicanos, dito usurpador do povo e inimigo número um deste;
  • Ergueria Madalena da terra poeirenta e pedregosa de Jerusalém, ante a fúria de seus algozes;
  • Expulsaria demônios, curaria cegos, paralíticos, lunáticos e leprosos; e
  • Atenderia necessitados em dia de sábado, afirmando que ‘o sábado fora feito para o homem e não este para o sábado’.

O homem autônomo nunca se deixará inflamar por coisas que ainda não constatou ou porque lhe disseram, justamente porque ‘é’ autônomo!

* * *

O bem desconhece batinas, terno e gravata, hábitos azuis e brancos, cinzas ou marrons; desconhece túnicas ou paramentos; o bem, apartidário, poderá estar nas grandes catedrais, templos modestos, capelinhas, santuários; o bem se confunde entre os casebres e os palácios; o bem não pré conceitua situações… Já o preconceito, inflamado e purulento, desconhece ou discrimina a todos…

* * *

A vida é uma constante troca de influências. Há que se entender, entretanto, ser necessário se diferenciar as boas das más. O autônomo assimilará as boas, visto que as más poderão ser puros ‘pré conceitos’ financiados por terceiros, influências mesquinhas ou… só inflamação…

…Que nem a produzida pela felpa!

(Sintonia e expressões em itálico são do cap. Preconceito, pag. 83 de Renovando atitudes, de Hammed/Francisco do Espírito Santo Neto, Ed. Nova Era) – (Primavera de 2012). 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.