Sobre lamparinas e holofotes

O amor desenvolve características pessoais, distinguindo e particularizando a criatura. A história da humanidade está cheia de vultos que se notabilizaram por seus bons feitos ou que se vulgarizaram pelos maus feitos. Em ambos os casos, e sem medo de errar, os primeiros amaram demais e os segundos odiaram demais. Diria ainda, que em ambos […]

Contradições por amor…

Se eu tiver que ir de ré, que seja para frente; Se eu tiver que espalhar algo aos quatro ventos, que proclame que pessoas me amam e se interessam por mim; Se eu tiver que ajoelhar, e que não seja para orar ou por ter caído, que eu aproveite e amarre o sapato de meu […]

Amor, uma equação matemática…

Em 2009, quando iniciei os estudos na Casa Espírita, – sou ‘novato’ – me vi o ano todo cercado por mulheres, pois era o único homem de um grupo relativamente grande. Caçoava: ‘Vocês são o meu harém!’ Hoje a situação não é muito diferente: Normalmente participando de grupos de estudos e trabalhos se não sou […]

‘Carmamor’

O que é carma? Trago, ao renascer, um carma? É possível ‘mudar’ meu carma? Carma, na tradução do sânscrito, dialeto e língua constitucional indiana, significa ‘ação’. E o assunto começa justamente por aí… O homem carrega consigo, ao longo de suas peregrinações vivenciais, um ‘baú de mentalidades: Agrega crenças, reúne costumes, hábitos e disposições. Quando chega à presente encarnação, esse baú se abre e tal qual o ‘soca-soca’, – aquela […]

Cabeça, tronco e membros

Julgava eu que a divisão principal do corpo humano, aquela dos meus tempos de ginásio, já havia mudado, após tantos anos… Enganei-me! Consultando minha querida Wikipédia e a despeito da evolução constante dos termos da anatomia, lá está ela a me informar que “classicamente, o corpo humano é dividido [ainda] em cabeça, tronco e membros”. Emmanuel, em psicografia de […]

“Mínimas” e curtas do velhinho – (9)

Meus amigos: Não tenho a pretensão que estas curtas sejam pérolas… Se forem pétalas e conseguirem iluminar o dia de umzinho só, dar-me-ei por satisfeito. Um abraço! Amar, servir… – Dr. Inácio Ferreira fumou muito, mas amou e serviu muito mais. Menos mal! Amor – Entendo o amor como gratuito. O amor comprado, cobrado, mendigado, enfim, o não correspondido, sempre abalará minha fé […]

Para tornar minha vida mais leve: – (3)

Para tornar minha vida mais leve, nivelar-me-ei aos pequeninos, indagarei de seus gostos, perguntarei sobre sua escola e seus amiguinhos. Dir-lhes-ei pieguices como, por exemplo, se têm namorados, a despeito de suas tenras idades… Dirão que sim e então morrerei de rir deles e eles rirão de mim. Exercitarei novamente o perdão, e novamente, novamente… Se […]