Possibilidades

“… Companheiros incontáveis acreditam que apenas cooperam com o Senhor os que se encontram no ministério da palavra, no altar ou na tribuna de variadas confissões religiosas.” (Emmanuel). * * * A Paz íntima resulta do desempenho adequado de nossas possibilidades: cada Espírito as possui (possibilidades) em grau e características diferenciadas…. … Portanto, nem todos serão oradores, ocuparão a tribuna ou altares diversos, já […]

Associação de almas

“A família terrestre é formada de agentes diversos; nela se reencontram afetos e desafetos, amigos e inimigos, para os reajustes ante as Leis [do Universo]. (…) [É o] educandário valioso da alma.” (Emmanuel). * * * Afins, encarnados ou desencarnados, se reúnem por interesses. Os afins encarnados (ou com interesses) se reúnem no seio de uma mesma família. […]

“Espíritos simpáticos”

“Os que encarnam numa mesma família, sobretudo como parentes próximos, são, as mais das vezes, Espíritos simpáticos, ligados por anteriores relações.” (ESE, XIV, 8). * * * Nosso caminho evolucional é comparado a longo deserto que percorremos da Infância Espiritual à Angelitude. Nossos companheiros de travessia possivelmente se repetem a cada nova encarnação: Reunimos-nos por simpatia; […]

Baile de máscaras (2)

Esclarece-nos o fragmento da questão 394 de O Livro dos Espíritos: “Para nos melhorarmos, dá-nos Deus exatamente o que nos é necessário e basta: a voz da consciência e os pendores instintivos. Priva-nos do que nos prejudicaria. (…) Se nos recordássemos dos nossos precedentes atos pessoais, igualmente nos recordaríamos dos [atos] dos outros homens, do que resultariam talvez os […]

No mesmo barco

“A maior dificuldade, em uma expedição, não são as tempestades ou outras condições adversas da Natureza, mas as inter-relações afetivas visto sermos oito pessoas dividindo um espaço de 150m2.” (Vilfredo Schürmann, navegador e pai da família de mesmo sobrenome). * * * Com propriedade e sabedoria de bom marujo e pai, ‘seu’ Vilfredo desejou nos informar […]

Desafios domésticos

Em alusão admirável e alegórica às dificuldades que todos nós encontramos no acirramento doméstico, Emmanuel e Chico hoje se referem ao purificador familiar como disfarce da consangüinidade, calvário doméstico e matemática das causas e dos efeitos: Realces por nossa conta, passamos a discorrê-los: Disfarce da consangüinidade: Sob nosso teto estão albergados ‘parentes de sangue’ das mais diversas naturezas. Disfarçados sob […]

Cartas de alforria

“Honrar a seu pai e sua mãe (…) é cercá-los de cuidados, como eles fizeram conosco na infância.” (ESE, XIV, 3). * * * ‘Mas espera aí! E se nossos pais não dispensaram à nossa infância todos os cuidados que precisávamos?’ Esta a primeira pergunta que poderemos fazer ante a exortação acima. E se aos nossos […]

De frágil a durável

“Qualquer que fizer a vontade de Deus, esse é meu irmão, minha irmã e minha mãe.” (Marcos, 3:35). Primeira consideração: Em hebraico, – língua um tanto pobre – irmão poderia significar tanto ‘primo’ como um ‘parente próximo’… Segunda: Jesus, na ocasião, não estava de forma nenhuma pilhado, mas de maneira muito segura e não excludente, como […]

‘Competência’ para produzir bem estar

Emmanuel e Francisco Cândido Xavier no capítulo do Livro da Esperança, intitulado Em louvor da alegria, se utilizariam da instrução de François de Genève,  item 25 do capítulo V do ESE, exortando que “durante vosso [exílio] na Terra, tendes de desempenhar uma missão [imprevisível], quer dedicando-vos à vossa família, quer cumprindo as diversas obrigações que Deus vos confiou… Se sobre vós desabarem inquietações e […]