Sossego, sim! Preguiça, não!

“Viver calmamente não é dormir na estagnação. A Paz decorre da quitação de nossa consciência para com a Vida.” (Emmanuel). * * * A calma não está na contramão da evolução; a estagnação pressupõe estacionamento. Quando estamos equilibrados (a verdadeira calma), significa que estamos quites com os propósitos divinos perante nossas competências: E isso, segundo o Benfeitor, é Paz! Quando nos sentimos estagnados (situação transitória), […]

Mesmo diapasão

“… Obedecendo ou administrando, ensinando ou combatendo, é indispensável afinar o nosso instrumento pelo diapasão do Mestre…” (Emmanuel). Diapasão é um instrumento metálico, em forma de forquilha que serve para afinar instrumentos e vozes através da vibração de um som musical de determinada altura. (Wikipédia). * * * Distantes ainda da perfeição, Espíritos que compõem a […]

Na lavoura do Universo…

… Nada, que seja plantado de bom na Lavoura do Pai, ficará sem frutificar. Às vezes os frutos não são visíveis a nossos olhos, ávidos do reconhecimento dos homens e ainda embaçados com as remelas do orgulho e da vaidade. Sutilmente, porém, esses frutos começam a aparecer, para nos provar que Deus está atento a […]

Misericordiosamente…

“Se já guardamos a bênção do Mestre, cabe-nos restaurar o equilíbrio (…) ajudando aos que se desajudam, enxergando algo para os que jazem cegos e ouvindo alguma coisa em proveito dos que permanecem surdos…” (Emmanuel). * * * A Terra ainda é território desequilibrado. Dessa forma, o Benfeitor Emmanuel irá dividi-la entre os que conhecem e os […]

Decálogo da paz

Assevera-nos Paulo de Tarso que a unidade do espírito – a fraternidade – está intimamente vinculada à paz. (Efésios 4:3). E a paz é o produto de alguns esforços. Algumas de suas reivindicações: Afirma-se que a guerra é feita por corajosos. Ao contrário, a paz é feita pelos destemidos. A rota da paz não gravita ao nosso redor. Nossa boa vontade deve se encadear ao […]

No mesmo barco

“A maior dificuldade, em uma expedição, não são as tempestades ou outras condições adversas da Natureza, mas as inter-relações afetivas visto sermos oito pessoas dividindo um espaço de 150m2.” (Vilfredo Schürmann, navegador e pai da família de mesmo sobrenome). * * * Com propriedade e sabedoria de bom marujo e pai, ‘seu’ Vilfredo desejou nos informar […]