O mal e o remédio

Três “invasores” poderão destruir nossas vidas: referimos-nos à “depressão, ao ressentimento e à exaltação.” Tais circunstâncias se nos apresentam como o mal, a doença. Benfeitores, entretanto, nos informam que para cada uma delas há remédios adequados: Para a depressão, a oração é o grande (às vezes o único) remédio. Para o ressentimento nos é indicado o raciocínio lógico de que […]

A oração como grande mediadora

O que fazermos quando a dificuldade de perdoar ou de ser perdoado se opõe a uma reaproximação? Quando a barreira de nosso orgulho, erguida por nossas “capacidades, posição social ou suposta evolução” (ESE, IX, 9), se sobrepuser ao perdão, o que fazer? É possível que o Benfeitor Emmanuel, na questão 330 de O Consolador, nos ofereça dica […]

Zelador bom e fiel!

“… Serás filho das tuas obras, terás delas o mérito e serás recompensado de acordo com o que hajas feito.” (ESE, XXV, 3). * * * Imaginemo-nos sedentos, com fome e necessitando de energia. Comodamente – ou acomodados? – nos dirigiríamos a Deus e lhe requisitaríamos: ‘Senhor, preciso de água, de frutos para matar minha fome […]

Tecla-tomada

Qualquer que seja a corrente de crença do indivíduo, se o “Fiat Lux” do alegórico gênesis ou o Big Bang científico, – prefiro ficar com o segundo – a humanidade e os seres vivos de quaisquer reinos sempre buscaram a luz. Desde aquecer-se e receber luz solar, que o gaúcho tradicionalmente chama de ‘poncho do […]

Presente do subjuntivo negativo (Rogativas)

Que eu não humilhe! Possuir a força é necessário: A resistência física, a tenacidade moral, a perseverança, a força de vontade, a não deserção, a continuidade da obra… Se eu continuar perseguindo toda essa força e dela não me servir para humilhar a alguém, estarei redobrando minhas forças. Que tu não sejas rude nem estúpido! […]

Orar em todas as situações

Diria certa vez o “pai e mestre da juventude”1, São João Bosco, aos seus meninos: “Em cada manhã entregue a Deus as ocupações do dia”… É possível que o santo desejasse dizer a seus jovens e à posteridade que nem sempre o indivíduo poderia estar compenetrado em oração durante a sua jornada, mas que poderia […]

Prece: “A intenção é tudo”

“A intenção é tudo” é a expressão utilizada por Kardec na questão 658 de O livro dos Espíritos, quando se reporta à oração: “A prece é sempre agradável a Deus quando ela é ditada pelo coração, porque a intenção é tudo para Ele…” Todos os meus atos e aí incluo a prece, ao brotarem de meu coração, serão submetidos a […]

Sem raízes brancas…

Desleixar a oração é tal qual a mulher ou o homem abandonar o asseio próprio. Uma alma em prece assume uma ‘aparência vaidosa’. Doses ‘exatas’ de vaidade são necessárias ao corpo e ao espírito. Se o homem deixar de raspar ou aparar sua barba, descuidar os cabelos, afeitar o bigode, logo passará um atestado de […]

Lá no posto de Deus!…

Quando pergunto a meus Amigos Espirituais, por vezes cansado da viagem e amargurado, onde eu poderia: Abastecer-me de otimismo; Lubrificar as peças de ‘minha máquina’ com os azeites da paciência, humildade e mansidão; Alimentar minhas forças através da introspecção e da prece; Usufruir das guloseimas da Divina Doçura ou aquecer-me com todas as bebidas quentes […]