Transição: “transa” e ação

“… As estradas terrestres estão cheias [de] atormentados pelos interesses imediatistas sem encontrarem tempo para [o] alimento espiritual (…). Atravessam a senda, famintos de ouro e sedentos de novidade emocional.” (Emmanuel). * * * Vivemos o momento Planetário das novidades. Nunca tivemos tanta tecnologia (útil e inútil): a legítima faca de dois gumes; porém necessária à transição. Dado a ainda maldade do […]

Sossego, sim! Preguiça, não!

“Viver calmamente não é dormir na estagnação. A Paz decorre da quitação de nossa consciência para com a Vida.” (Emmanuel). * * * A calma não está na contramão da evolução; a estagnação pressupõe estacionamento. Quando estamos equilibrados (a verdadeira calma), significa que estamos quites com os propósitos divinos perante nossas competências: E isso, segundo o Benfeitor, é Paz! Quando nos sentimos estagnados (situação transitória), […]

Sem exasperar-nos…

“… Para que a tranqüilidade te banhe o pensamento, é necessário que a compaixão e a bondade te sigam todos os passos. Assume contigo mesmo o compromisso de evitar a exasperação.” (Emmanuel). * * * A tranqüilidade, (importante instrumento da paz) é ferramenta escassa em nossos dias: Andamos apressados, apreensivos, impacientes, desassossegados; e isso gera a […]

Ensarilhar

“… Sacrificando-se sobre uma espada simbólica, ensarilhada (deposta), é que Jesus conferiu ao homem a bênção da paz.” (Emmanuel). * * * As guerras, mais ou menos sangrentas, ocorrem em todas as épocas: Impérios se fizeram e desfizeram com elas. Não conseguimos imaginar que guerras pertençam ao passado; pertencem à imbecilidade; e esta parece não se esgotar… Mil […]

Paz e equilíbrio

“… A paz legítima resulta do equilíbrio entre os nossos desejos e os propósitos do Senhor, na posição em que nos encontramos.” (Emmanuel). * * * Como em dois pratos de balança (das antigas), o equilíbrio se firmará quando nossos desejos e os propósitos do Senhor a nosso respeito estiverem com pesos idênticos. Equilíbrio que gera a paz – a […]

Decálogo da paz

Assevera-nos Paulo de Tarso que a unidade do espírito – a fraternidade – está intimamente vinculada à paz. (Efésios 4:3). E a paz é o produto de alguns esforços. Algumas de suas reivindicações: Afirma-se que a guerra é feita por corajosos. Ao contrário, a paz é feita pelos destemidos. A rota da paz não gravita ao nosso redor. Nossa boa vontade deve se encadear ao […]

“Pacificadores”

“Bem aventurados os pacificadores porque serão chamados filhos de Deus.” (Mateus 5:9). Resolução de conflitos da Balaiada em 1839 (Província do Maranhão); domínio de movimentos revoltosos em Minas e São Paulo (1842); ação militar e diplomática na assinatura da Paz de Poncho Verde (1845), pondo fim à Revolução Farroupilha no Rio Grande do Sul; campanhas vitoriosas […]

Organizar a Paz

1. Qual o tamanho de minha deficiência no apostolado moderno a que ora me proponho? Para meu ‘consolo’, examino a assessoria do Mestre de dois milênios atrás: Doze homens de naturezas diversas, onde havia indivíduos de nenhuma, pouca ou relativa cultura. Incrédulos como Tomé; os que, em hora crucial, declaram não conhecer o Mestre, como no caso […]

Clamores da paz

Em semana atribulada por grande mudança física nas vidas de Maria de Fátima e na minha, mas que aparece no Brasil uma autoridade capaz de reunir mais de três milhões de pessoas em Copacabana e falar em sua homilia de serviço, amor, fraternidade… é imperioso abordar o tema Paz. * * * É possível que […]