Desígnios

“Somente pela execução de nossos deveres, na concretização do bem, alcançaremos a compreensão da vida, e o conhecimento da ‘perfeita vontade de Deus’ a nosso respeito.” (Emmanuel). * * * Deus obra incessante: minerais se movimentam; vegetais, com colaboração de minúsculos insetos, se reinventam; animais cumprem propósitos Divinos. Não desejaria o homem, a inteligência, permanecer estático: […]

Aprender; melhorar-se…

“A ideia de que ninguém deve procurar aprender e se melhorar para ser mais útil à Revelação divina, é muito mais uma tentativa de consagração à ociosidade que um ensaio de humildade [iniciante]. O Evangelho não endossa qualquer atitude de expectativa displicente.” (Emmanuel). * * * Indivíduos, em todas as épocas, optaram pelo monastério, clausura ou retiramento, pensando […]

Servidores ‘do’ Cristo

“Em todos os lugares do vale humano, há recursos de ação e aprimoramento para quem deseja seguir adiante. Sirvamos, em qualquer parte, de boa vontade, como ao Senhor e não às criaturas, e o Senhor nos conduzirá para os cimos da vida.” (Emmanuel). * * * Reencarnados na Terra, este vale humano – de muitas lágrimas, por sinal […]

Sacudir-se

Observando-se as sábias lições da natureza, sacudir-se, um verbo pronominal, faz parte da rotina de todos os felinos e caninos com o intuito de se livrarem de algum tipo de ácaro dos ouvidos, ou simplesmente para se secarem. A maioria das aves também fará o movimento para se livrar de parasitas e também secar-se. Bovinos, […]

Chave tetra para a liberdade

Não tenho dúvidas que progresso, mudança, inovação e partilha represente a chave tetra com o poder de, por dentro, abrir a porta do coração para a liberdade… Espíritos livres inventam novidades, máquinas fantásticas, ‘utilitários úteis’. Indivíduos livres se importam com o progresso e o compartilham. Os livres e de ‘bom’ livre arbítrio conseguem falar novidades sobre velhos temas. Homens […]

P-55: Que os bons ventos do progresso te tragam!

Tem o homem o poder de paralisar a marcha do progresso? “Não, mas tem às vezes o de embaraçá-la.” Trata-se, aqui, da questão 781 de O Livro dos Espíritos. Mas o que teria a ver a P-55 com a presente questão, aliás, muito lacônica e incisiva; diria até, numa linguagem mais chula: Curta e grossa? Pois bem vou lhes […]